A world of connections – um reporte especial da The Economist

Ler a matéria “Batendo papo no escritório” da Carta Capital edição 583 (estava nas bancas na semana passada) é um pouco decepcionante. O artigo fala sobre as redes sociais nas empresas, seus dilemas e potenciais. Mas o pior da matéria é o próprio título. É sarcástico. É tendencioso. Muito infeliz este título, né?

Mas não podemos culpar a Carta Capital. Afinal a matéria é a tradução para o português da matéria “Yammering away at the office – A distraction or a bonus?” publicada na “The Economist” edição de 28 de jan de 2010. Aqui o título parece até pior que na Carta Capital, considerando que a tradução de “yammering” é “choramingando”.

O primeiro parágrafo da matéria fala de duas pesquisas que já publiquei e comentei aqui no blog. A primeira é a pesquisa da Morse, que mostra que as redes sociais nas empresas geram perda de dinheiro para as empresas. Já a segunda pesquisa citada é da Nucleus Research, que fala que as redes sociais trazem produtividade para as empresas. Enfim, nada de novo. Já estou até cansado de citar estas pesquisas. Estou atrás de dados diferentes e novos estudos.

Mas o legal mesmo na edição da The Economist de 28 de janeiro de 2010 é o reporte especial “A world of connections – A special report on social networking“. Este é daqueles documentos que devemos imprimir e ler com calma. Talvez até guardar para futura referência. Tem vários insights legais para quem estuda e deseja aumentar o conhecimento em redes sociais nas empresas.