As mídias sociais que mais gosto

As mídias sociais que mais gosto

As mídias sociais que mais gosto

150 150 Mauro Segura

Recentemente me perguntaram como uso as mídias sociais e as que mais gosto. Não sei bem o motivo, mas tem gente que acha que eu sou um especialista no assunto. Não sou não.

Eu comecei a consumir mídias sociais lentamente. Em todas elas eu entrei como mero observador para ver o que se passava. Minha primeira experiência foi com o falecido Orkut, que foi bem traumática, porque foi uma mídia que nunca me fisgou pois nunca vi um propósito claro no seu uso.

Com o passar do tempo eu fui entendendo a dinâmica das principais redes. Também aprendi que as mídias sociais podem sugar todo o seu tempo se você não souber trabalhar com elas. Algumas ganharam importância ao longo do tempo, enquanto outras foram perdendo valor e deixando de ser interessantes para mim.

Se você procura as mídias sociais como um canal para desenvolver o seu perfil profissional, acredito que o Linkedin é a rede mais importante nos dias atuais. O Linkedin deixou de ser somente uma rede social de recrutamento e emprego, agora é um canal de produção de conteúdo e netwotking valioso. Se você busca entrenimento, aí as opções são bem mais diversas. E, vale dizer que independemente do uso, o Facebook é a mídia de maior impacto em qualquer cirscuntância. O crescimento e números do Facebook impressionam.

Compartilho abaixo a avaliação e meu uso de algumas mídias sociais. Trata-se de uma avaliação bem pessoal.

É a mídia social que mais curto no momento. Acompanho algumas comunidades com regularidade onde sempre consigo achar bom conteúdo. Também conheço muita gente legal por aí. Consumo o Linkedin por todos os meios, mas preferivelmente pelo notebook. Gosto de parar 10 a 15 minutos por dia para navegar por lá em busca de bons posts e debates. Da mesma maneira que consumo, eu também gosto de compartilhar conhecimento e minhas percepções sobre comunicação, marketing e o mundo do trabalho. Faço isso de duas formas. Primeiro publicando dois ou três posts curtos por dia fazendo menções a notícias que leio, quase sempre é uma frase apenas apontando para um link. E, segundo, publicando um post longo e caprichado, de minha autoria, tentativamente a cada duas semanas.
 br.linkedin.com/in/maurosegura

Estou me cansando do Facebook. Tenho que estar lá porque todos estão, mas tem muita coisa desinteressante aparecendo na minha timeline, mesmo considerando que eu estou sempre limpando e mudando os ajustes para melhorá-la. A rede deixou de ser espontânea, muito do que chega a mim vem de algoritmos que privilegiam a publicidade e o conteúdo patrocinado. Eu tenho duas contas no Facebook. Uma conta pessoal que eu uso para ver abobrinhas, as vezes aparece alguma coisa interessante. Uso quase sempre via smartphone, entre uma atividade e outra do dia. Já tentei publicar algumas coisas mais sérias, mas não senti um ambiente legal para conversar com as pessoas. É tudo muito efêmero nessa rede. A outra conta que tenho é a do meu blog AQO – A Quinta Onda – que eu uso para postar as matérias, notícias e estudos que considero relevantes. Tento publicar 2 ou 3 posts por dia. A audiência dessa minha página parece estagnada, está com pouco mais de 2.400 curtidas.
www.facebook.com/aquintaonda/

Essa mídia já teve o seu reinado na minha rotina. Eu entro uma vez por dia, normalmente via Hootsuite para dar uma olhadinha na timeline. É comum eu me interessar por alguns tweets, onde sempre descubro algo novo. Antigamente eu ficava paranoico por percorrer toda a timeline com receio de ter perdido algo importante, mas eu desencanei, hoje é impossível acompanhar a timeline. O volume de conteúdo é grande. Atualmente eu costumo postar dois ou três tweets por dia.
twitter.com/maurosegura

Não tenho regularidade no uso e raramente publico alguma coisa. No entanto o meu interesse vem aumentando. Cada vez mais encontro bom conteúdo e sinto que estou prestes a incluir o YouTube na minha rotina. De vez em quando eu acesso canais do YouTube na minha TV de casa, substituindo programas tradicionais de TV. A verdade é que o YouTube já é um campeão de produção de conteúdo profissional, entretenimento e inovação. Não dá para ficar fora do YouTube.
www.youtube.com/user/maurosegura

Estou lá, mas raramente entro. Tenho poucos amigos que estão ativos nessa mídia social. Nem sei o que dizer dela pois não sou um usuário frequente.
plus.google.com/ 

Esta mídia social é um show, tem muito valor e muita coisa legal. Eu sempre descubro estudos, estatísticas e referências dos assuntos do meu interesse de uma forma bem organizada e fácil. Cada vez mais eu tento dedicar tempo para explorar o Pinterest. Para quem não conhece, eu recomendo criar uma conta e experimentar. Tem muita chance de você curtir e virar fã.
br.pinterest.com/

Não sou aficionado, apesar de ser um apaixonado por fotos. Gosto de entrar pelo smartphone para curtir algumas fotos bonitas, mas faço isso sempre de maneira irregular. Procuro publicar alguma coisa para manter a atividade, mas não é uma rede que me adiciona valor.
instagram.com/maurosegura/

Não é uma mídia social, mas é uma ferramenta espetacular para quem lida com várias mídias sociais simultaneamente. A maioria das coisas que publico no Linkedin, Twitter, na conta do AQO no facebook e no Google + eu faço via Hootsuite. Acesso todo o dia, pelo notebook, tablet e smartphone. Imagine um cockpit montado na sua frente com todas as mídias sociais na sua frente. É isso!
hootsuite.com

Não é propriamente uma mídia social, mas acho que cabe falar aqui sobre os meus blogs porque é um espaço de publicação de conteúdo e colaboração. Eu tenho 4 blogs ativos. O mais ativo é o AQO – A Quinta Onda – onde regularmente publico posts desde 2008. Em seus dias de glória, quando a busca orgânica no Facebook e no Google ainda era possível, ele chegou a alcançar milhares de unique visitors por dia. Hoje em dia este número diminuiu muito. Através do AQO eu conheci e ainda conheço muita gente legal, crio bom bons relacionamentos e acesso conteúdos valiosos.
Tenho um blog sobre Paraty, um blog de contos e crônicas e um blog da família controlado por senha. Todos ativos e com bom conteúdo.
www.blogger.com

Esse é um resumo. Existem outras mídias e ferramentas sociais digitais que uso, como Whattsapp, Medium, Klout e outras coisas bacanas que nem comentei aqui. Mas a adoção e uso de mídias sociais é algo muito individual. Depende de seus interesses, tempo, objetivo e muitos outroo fatores. O importante é estar aberto para descobrir coisas novas, abandonar aquelas que vão perdendo relevância e encontrar uma forma equlibrada para consumir todo esse conteúdo. No fundo, no fundo, o importante é saber ser seletivo e criar a “sua fórmula”.