Blogs do Irã viram manchete no Jornal da Globo

Blogs do Irã viram manchete no Jornal da Globo

Blogs do Irã viram manchete no Jornal da Globo

150 150 Mauro Segura

Eu estou cansado de ouvir que os blogs, de maneira geral, não sobreviveriam sem o conteúdo publicado pela imprensa. Entendo e concordo em parte (depende do blog, né?). No entanto, fico incomodado quando alguns menosprezam o poder, alcance e a vida própria das novas mídias. Ou então, quando não entendem que estamos vivendo uma mudança profunda na sociedade, onde as mídias sociais desempenham um papel importante nessa transformação. Infelizmente, como citado no meu post anterior, a imprensa tem sido uma das áreas onde as novas mídias geram discussões acaloradas e reativas, muitas vezes pouco racionais.

Por isso tudo, eu já havia ficado muito contente com a capa da Época dessa semana, com o título “Irã 2.0 – Como a rebelião pela internet e pelo Twitter começou a transformar a república islâmica“, e com a matéria “Rebelião 2.0 em Teerã” (acesse AQUI um pequeno trecho. O que vale é ler a revista pois a matéria é excelente). Mas tenho que confessar que minha felicidade foi aos céus ao ver uma matéria do Jornal da Globo, de ontem, sobre o uso da internet pelos Iranianos para driblar a censura. Foi sensacional. Desta vez, foi o conteúdo dos blogs, do twitter e das redes sociais que alimentaram a imprensa. E não foi qualquer imprensa não. Foi a TV. Foi a Globo.

Vale ver. Estamos num momento de mudanças profundas na forma como a sociedade se comunica e se relaciona. Viver esse momento é uma experiência única, especialmente sendo um profissional de comunicação.