O Brasil levanta vôo

  • Outros

Eu vivo falando para as pessoas que as duas próximas décadas serão maravilhosas para o Brasil. Acredito firmemente nisso. Apesar de todos os problemas que o país vive no dia a dia, estamos diante de um crescimento vertiginoso, onde a nossa sociedade vai passar pela maior transformação de nossa história. E vai ser muito bom. Eu estou entusiasmado com o Brasil, as possibilidades e o futuro.

Eu fiquei muito feliz com a capa da edição de 14 de Novembro da revista The Economist. Ela é emblemática. Ela representa a nova visão que o mundo tem e espera do Brasil. Aliás, não é só a capa não. A matéria é muito boa e ocupa 14 páginas. A revista diz que o Brasil deve se tornar na próxima década a quinta maior economia do mundo, desbancando o Reino Unido e a França. São Paulo será a quinta cidade mais rica do mundo. Acesse AQUI um áudio interessante com o autor da matéria, que é o correspondente da The Economist no Brasil, John Prideaux.

Para motivar você, e transformá-lo em um brasileiro mais entusiasmado, que nem eu, eis um pequeno “souvenir” do país onde você vive.

O Brasil é o único país, em todo mundo, independente em alimento, energia e água. Não dependemos de nenhum outro país nestes quesitos. É este trio que vai determinar quais serão os países mais ricos nas próximas décadas. Anota aí: o Brasil já é o país mais rico do mundo, só que a gente ainda não sabe disso. Ou, melhor, ainda não temos consciência disso. Estamos todos sentados no maior tesouro do planeta.

O Brasil tem cerca de 15% de todas as reservas mundiais de água doce. A Rússia tem 8%, a China tem 5% e a Índia 3%.

O Brasil tem 22% de toda terra arável do mundo. Nós somos os celeiros do mundo. Apenas 17% da terra arável do Brasil é ocupada por plantações. Menos de 1% dela é usada para biocombustíveis.

O Brasil é auto-suficiente em petróleo. Com as descobertas do pré-sal, as reservas brasileiras que eram de 13 bilhões de barris, aumentaram para 33 bilhões de barris. Além destas, existem reservas possíveis e prováveis de 50 a 100 bilhões de barris.

Só isso já nos posiciona como uma terra abençoada. Só isso já seria suficiente para a gente levantar do berço esplêndido.

Mas tem mais, se você tiver paciência de ler…

Hoje, o Brasil é o terceiro maior produtor agrícola mundial e o primeiro entre os países emergentes. É o maior produtor de cana-de-açúcar, suco de laranja, café e etanol. Nós somos os maiores exportadores do mundo de soja, café, frango e carne.
No mercado de carnes, 30% das exportações mundiais serão controladas pelo Brasil até 2017. O Brasil também vai superar os EUA e vai controlar o mercado de soja no mundo. Já somos o maior produtor de café do planeta, responsável por 30% do mercado internacional, e também, já somos o segundo maior consumidor, atrás apenas dos Estados Unidos.
O Brasil alimenta o mundo.

O Brasil é o terceiro país do mundo em telefones celulares (mais de 165 milhões), é o terceiro consumidor em cosméticos, é o quarto em chocolate, é o quinto em PCs e o sexto em automóveis. Temos um mercado interno pujante.

O Brasil tem a quinta maior população do mundo.
De 1993 a 2007, o percentual da classe média saiu de 31% para 50%, o que significa que mais de 33 milhões de pessoas entraram na classe média.
A previsão é que até 2020 um total de 8,8 milhões de brasileiros deixarão as classes D e E.

Em 1980, a idade média da população brasileira era 20 anos de idade. Em 2010, será de 29 anos. Ou seja, em plena idade produtiva. Em 2040, a mediana será 42 anos de idade.

Em 2000, um carro popular custava aproximadamente 159 salários mínimos. Hoje, se gasta 63 salários mínimos.

Em 2009, o Real é a moeda que mais se valorizou frente ao dólar no mundo.

Em 1990, as reservas internacionais do Brasil eram de apenas 9 bilhões de dólares. Em 2009, são 214 bilhões.

Em 1990, a dívida externa do Brasil era de U$ 124 bilhões. Em 2008, o Brasil se tornou credor externo líquido. Em julho de 2009, o Brasil emprestou U$ 10 bilhões para o Fundo Monetário Internacional (FMI).

E as empresas brasileiras?

A InBev(Ambev) tem 25% de market share mundial em cervejas. Ou seja, de cada 4 cervejas que alguém toma no mundo, uma é da InBev.

A Cutrale é a maior produtora de suco de laranja do mundo.

A JBS-Friboi é a maior produtora e exportadora de carne bovina e derivados do mundo

A Brasil Foods (leia Sadia e Perdigão) é maior exportadora de frango do mundo.

Petrobrás? Bem, nem precisa dizer…

Vale. É a maior produtora e exportadora de minério de ferro do mundo.

Embrapa. É líder mundial em pesquisa aplicada na produção nas área da agricultura e pecuária.

Aracruz: a maior produtora de polpa de eucalipto e celulose do mundo.

Embraer: líder mundial na produção de aviões de porte regional.

Marcopolo. É o maior fabricante de carrocerias de ônibus do mundo.

E tem mais. Tem a Springs Global, a Gerdau, a Weg, isso sem falar nos bancos.

O Brasil vive um momento muito especial de sua história. Um momento de relevância mundial. Não é por acaso que a Copa do Mundo e as Olimpíadas serão no Brasil. E em 2014 e 2016 o Brasil já estará voando…

Você ainda não acredita no Brasil? Vou contar um segredo: Deus é brasileiro.