Quando a Mídia Social toca o Coração

Veja essa foto…


É Rodrigo Barbosa na Tanzânia.

Rodrigo está num programa da IBM chamado Corporate Service Corps (CSC). O nome é feio, mas o programa é lindo.

CSC é um programa de voluntariado mundial para funcionários da IBM, que visitam e trabalham em atividades de voluntariado em países em desenvolvimento, como por exemplo: Gana, África do Sul, Tanzânia, Romênia, China, Índia, Filipinas, Vietnã e o próprio Brasil. São formadas equipes de diversos países para realizarem trabalho voluntário em organizações não governamentais, durante aproximadamente 1 mês. Os voluntários sempre trabalham em países diferentes da sua origem, ou seja, os brasileiros trabalham fora do Brasil.

Por que a IBM faz isso? Porque as três partes ganham. A empresa ganha porque desenvolve funcionários em habilidades globais. O funcionário ganha uma oportunidade de aperfeiçoamento e desenvolvimento inesquecível. A ONG ganha as melhores habilidades de diversos funcionários na solução de seus problemas. Enfim, toda a sociedade ganha.

Todo o programa é pago pela IBM. Hoje temos centenas de voluntários por aí espalhados no mundo, tentando ajudar a fazer desse planeta um lugar melhor para se viver. Veja alguns vídeos legais AQUI.

Apresentado o contexto, é hora de falarmos do Rodrigo.

Rodrigo Barbosa foi um dos brasileiros escolhidos. Alguns brasileiros já foram e retornaram de programas realizados em vários países, como é o caso de Rodrigo que acabou de retornar, outros estão no meio do programa e outras dezenas de voluntários irão nos próximos meses.

Rodrigo foi designado para trabalhar na Tanzânia, que fica na África. Ele saiu do Brasil no dia 12 de Março e seu retorno estava previsto para meados de Abril, mas ele acabou ficando um pouco mais por conta própria. Ele trabalhou numa instituição chamada África Wildlife Foundation.

Rodrigo saiu daqui encantado. Ficou muito feliz com o país escolhido. Ele não conhecia nada sobre o país, mas basta navegar em seu blog para descobrir o quanto ele gostou da experiência. Tanzânia era um país que Rodrigo nunca havia imaginado visitar um dia.

Não deixem de visitar o blog dele e o fotolog. É uma viagem… emocionante.

Blog ==> http://rodrigo.freitas.barbosa.zip.net/
Fotolog ==> http://rodrigo.freitas.barbosa.nafoto.net/

A emoção de acompanhar tudo online, compartilhar fotografias e sentir-se integrante dessa jornada do Rodrigo só foi possível por conta das ferramentas sociais virtuais. Dar oportunidade para todos os funcionários da IBM acompanharem essa aventura foi resultado da política da empresa, que dá liberdade completa para os funcionários acessarem, criarem e usarem blogs, wikis e outras ferramentas. Ter centenas de pessoas viajando virtualmente junto com Rodrigo é uma experiência fascinante, que gera orgulho e satisfação, e que permite acreditarmos que, juntos, podemos fazer um mundo melhor do que este que vivemos hoje.

Em outras empresas, talvez, tudo isso se transformasse numa matéria escrita por alguém de comunicações, com duas ou três fotos, publicada um mês depois da viagem. Ou seja, uma experiência riquíssima se transformaria em 3 parágrafos e 3 fotos.

Enfim, a liberdade das mídias sociais nas empresas também gera esse tipo de resultado, difícil de pôr em métricas (para aqueles que só pensam naquilo) mas fácil de constatar a grandeza e o impacto no coração de cada um de nós.