Trendwatching: As 10 tendências globais de consumo 2015

  • marketing

Anualmente a Trendwatching publica uma lista de tendências globais de consumo. Essa lista é sempre interessante pois surge com possibilidades para as empresas inovarem em seus projetos de marketing e relacionamento com consumidores. Obviamente que essas  tendências variam de mercado para mercado, região para região e de setor para setor.

Veja o resumo das 10 tendências globais de consumo 2015, cujo sumário retirei do jornal Propaganda e Marketing.

Visite também o Varejista.com.br para ver um bom sumário das tendências. É uma leitura que vai complementar os meus pontos abaixo.

E, por fim, vale muito a pena acessar o site da Trendwatching e ver cada tendência com mais detalhes. Eles mostram casos reais e exemplos práticos de cada tendência, o que ajuda muito a entender o cenário atual e para onde estamos indo.

1- Os consumidores passarão a se importar menos com o que eles possuem ou com o que eles podem comprar, e se importarão mais com o que podem fazer ou criar a partir dos produtos, serviços e plataformas.

2- Consumidores recompensarão cada vez marcas corajosas que se alinham e se posicionam em relação a conversas difíceis e necessárias do nosso tempo, especialmente temas polêmicos, que são tratados pelo jornais, mas evitados pelas marcas.

3- Terão mais sucesso as empresas que passarem a dar descontos reais em função de uma circunstância pessoal ou significativa vivida por seus consumidores. A análise mostrou que apenas 30% dos consumidores globais pensam que as marcas têm um compromisso sincero com seus clientes. Para compensar isto, cada vez mais empresas vêm fazendo esforços objetivos e criativos para mostrar que se importam, sim, com seus consumidores.

4- Connsumidores esperam das marcas meios ainda mais rápidos para acessar os produtos e serviços. Aplicativos que agilizam qualquer processo são mais eficazes.

5- Consumidores querem mais conveniência para pagamento. Além de utilizar cada vez mais pagamentos digitais, os consumidores buscarão ainda mais praticidade. Algumas marcas estão criando mais recursos para seus consumidores, como a possibilidade de dividirem os custos dos pagamentos dos produtos e serviços com outras pessoas.

6- As empresas que aumentarem seus programas de premiação dos consumidores como formas de estímulo vão alcançar suas metas, além de ganhar destaque no mercado.

7- Produtos compartilhados nas internet cada vez mais agradam os consumidores pois permitem novas maneiras de extrair valor deles. A internet das coisas está viabilizando isso. Um exemplo é o acesso compartilhado de produtos que podem ser controlados pelos consumidores a distância e podem ser trocados entre eles.

8- Consumidores esperam que as marcas monitorem e cruzem os dados demográficos para que as empresas conheçam melhor seus clientes e ofereçam serviços e inovações mais relevantes.

9- Consumidores esperam que as empresas atuem além da tradicional responsabilidade social, ou seja, que as empresas identifiquem deficiências governamentais, identifiquem suas causas e como elas afligem os consumidores, e atuem sobre elas. Iniciativas serão muito bem vindas neste sentido.

10- A chegada dos robôs nas empresas será uma realidade. Eles serão utilizados não só para cortar custos, mas também para aumentar a satisfação dos consumidores. A Nestlé, por exemplo, está testando um robô para guiar os consumidores por todas as tonalidades de sabor de café.