Histórias do Pimentel: Reunião com os funcionários

Pimentel, presidente da empresa XYZ, chamou o gerente de comunicação:
— Vamos fazer uma reunião com todos os funcionários. Acho que estou muito distante deles.

O gerente de comunicação gostou da ideia, afinal ele já tinha dado esta ideia para o Pimentel no ano passado, que acabou não rolando.
— Chamamos quem?

Pimentel respondeu:
— Chame o máximo de funcionários que puder. Vamos encher o auditório. Quero ver o auditório lotado para mostrar que a reunião é um sucesso.

— E o conteúdo?

Pimentel parou, ele não havia pensado nisso, mas logo veio a ideia:
— Vamos usar o relatório institucional. Separa umas partes dele e coloque no powerpoint. Faça uns slides bonitos. É isso aí. Eu vou mostrar o conteúdo do relatório institucional, assim fica tudo bem e não vamos ter polêmica.

O gerente de comunicação tentou falar:
— Mas…

Pimentel interrompeu:
— E vamos colocar uma sessão de perguntas e respostas no final, para os funcionários fazerem perguntas para mim.

O gerente de comunicação sorriu, gostou da ideia de ver o Pimentel propondo uma conversa com os funcionários, afinal ele não era disso.
— Pimentel, quanto tempo para as perguntas e respostas?

Pimentel respondeu:
— O suficiente para três perguntas. Vamos ter uma pergunta sobre sustentabilidade porque está na moda, outra sobre satisfação de clientes e outra sobre os resultados da empresa.

O gerente de comunicação deu de ombros, não estava entendendo nada e resolveu perguntar ao Pimentel:
— Mas você não falou que ia deixar os funcionários perguntarem?

Pimentel respondeu:
— Eu disse que vamos ter uma sessão de perguntas e respostas, mas nunca disse que os funcionários poderiam perguntar o que bem entendessem. Eu não sou louco de deixar os funcionários perguntarem qualquer coisa. Vamos fazer o seguinte. Vamos plantar as perguntas. Você, a minha secretária e o Gonçalves, serão vocês três que vão fazer as perguntas para mim.

— Plantar as perguntas?

— Sim! Cada um de vocês vai fazer uma pergunta e eu vou ter que treinar as respostas antes para que tudo saia perfeito na hora do evento.

— Mas tem que ser o Gonçalves? Todo mundo sabe que ele é o maior puxa-saco da empresa.

— É por isso mesmo. Ou você acha que eu vou pedir isso para outra pessoa para que ela dê com a língua nos dentes e conte para todos o nosso plano? Gostei! Vai ser um sucesso!